Medicina

Visão perfeita sem óculos

A libertação dos óculos ou lentes de contato é uma conquista da medicina, alcançada por meio de tecnologias avançadas, que são realizadas hoje de forma rápida e segura

Você passa boa parte do seu tempo atrás dos óculos? Quando chega ao supermercado descobre que seus óculos de leitura ficaram em casa e que não poderá enxergar os preços dos produtos? Você não pratica esporte porque depende deles para enxergar bem e a distância? Ou então, as lentes de contato irritam seus olhos em determinados ambientes e você cansou de manuseá-las diariamente? Essas, certamente, são apenas algumas das questões que afligem as pessoas que dependem dos óculos ou lentes de contato para enxergar de perto ou de longe, e ter uma vida normal. Mas o que considerar normal, se podemos nos libertar de tudo isso para garantir nosso bem-estar e qualidade de vida?

Nossa liberdade não tem preço. E quando ela significa poder ler um livro ou ver televisão sem precisar dos óculos, correr, nadar, praticar qualquer esporte ou atividade, sem limitações, é realmente um privilégio! No entanto, o que muitas pessoas não sabem é que hoje elas podem se libertar dos óculos para o resto da vida, pois as novas tecnologias e técnicas cirúrgicas para corrigir a miopia, astigmatismo, hipermetropia e até mesmo a presbiopia, mais conhecida como vista cansada, surgiram para facilitar a vida das pessoas com problemas de visão, pondo um ponto final na dependência dos óculos ou lentes de contato.

Em segundos, você se livra dos óculos para sempre

Esse avanço da oftalmologia é motivo de comemoração para todos os pacientes que se submeteram a uma cirurgia refrativa na atualidade. Pois, as cirurgias que corrigem os graus dos óculos e o implante de lentes intraoculares, que também possui a mesma finalidade, consistem em procedimentos eficazes, seguros, rápidos e de resultados comprovadamente duradouros. Em poucos segundos, e apenas com anestesia tópica feita com colírios, já é possível realizar uma cirurgia refrativa 100% a laser, ou então, em poucos minutos, implantar uma lente intraocular, sem a necessidade de internação. Isso quer dizer que o paciente já sai da clínica enxergando e, na maioria dos casos, se livra dos óculos para sempre. O importante é ter a indicação do tratamento adequado a cada caso e contar com a habilidade, experiência e qualificação do cirurgião para a garantia do melhor resultado.

As tecnologias avançadas que libertam você dos óculos

EXCIMER LASER – Com a evolução das cirurgias refrativas a laser para corrigir a miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia (vista cansada), as pessoas dependentes de óculos ou lentes de contato ganharam a liberdade de não mais depender deles no seu dia a dia, conquistando bem-estar e qualidade de vida. A técnica de Lasik ou PRK, que revolucionou a oftalmologia há décadas, utiliza a energia do excimer laser – um dos mais utilizados e seguros para a correção de erros refrativos. Trata-se de um procedimento indolor, no qual ocorre um micropolimento a laser da córnea, diminuindo ou eliminando, literalmente, os graus de miopia, astigmatismo, hipermetropia e até da presbiopia.

“Além disso, com a tecnologia Intralase é possível fazer a cirurgia refrativa 100% a laser mesmo quando usamos a técnica de Lasik, não sendo necessária a utilização de lâminas em nenhuma etapa da cirurgia. Assim, temos resultados ainda mais seguros e previsíveis”, enfatiza o oftalmologista do Hospital Barigui, Dr. Artur Schmitt, que realizou sua especialização em cirurgia refrativa na Universidade de Miami, eleito nos últimos 15 anos o melhor Hospital de Oftalmologia dos EUA. O procedimento é indicado para pacientes adultos com graus estabilizados nos últimos 12 meses e que não tenham outros problemas oculares associados. Realizada com anestesia tópica, ou seja, por meio de colírio anestésico, a cirurgia refrativa a laser dura poucos segundos e não tem necessidade de internação, o que permite ao paciente retornar imediatamente às suas atividades normais. “Além disso, os pacientes relatam, que com eles passam a gostar mais da sua aparência e ganham maior disposição para as atividades do dia a dia”, salienta Dr. Schmitt.

FEMTOSECOND LASER
– Depois de uma avaliação minuciosa do oftalmologista é que será definida a tecnologia mais adequada ao seu caso. A cirurgia 100% a laser, chamada de Intralase/femtosecond, pode ser utilizada em vários procedimentos diferentes, como na técnica de Lasik (para correção de miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia), implante do Anel de Ferrara (para tratamento de ceratocone) e transplantes de córnea. “O procedimento realizado com o auxílio do laser de femtosecond é totalmente monitorado por computador, garantindo maior segurança, previsibilidade e permitindo que o paciente tenha uma recuperação mais rápida”, explica o oftalmologista.

LENTES INTRAOCULARES E LENTES SUPLEMENTARES – Além da tecnologia 100% a laser – mais precisa e segura para cirurgias oftalmológicas –, das lentes intraoculares, que substituem o cristalino (catarata) corrigindo graus de miopia, hipermetropia, astigmatismo e vista cansada, estão também disponíveis no mercado as chamadas lentes suplementares. “Essas lentes podem ser implantadas sobre as LIOS, para corrigir resíduos de grau deixados na cirurgia de catarata, ou então sobre o cristalino, para corrigir graus elevados de miopia”, completa Dr. Artur. Em suma, para cada erro refrativo e condição do paciente, existirá uma tecnologia apropriada para garantir o melhor resultado e, consequentemente, a libertação dos óculos ou lentes de contato.

TECNOLOGIA WAVEFRONT – O mesmo procedimento cirúrgico pode também corrigir algumas deformidades corneanas específicas do paciente, melhorando ainda mais sua qualidade de visão – por exemplo, imagens menos nítidas à noite, que não podem ser corrigidas com o uso de óculos, ou lentes de contato. Utilizando a moderna tecnologia Wavefront, é possível sanar essas imperfeições, personalizando a cirurgia para cada caso e obtendo assim resultados ainda melhores. Nos Estados Unidos, praticamente todas as cirurgias refrativas a laser utilizam a tecnologia Wavefront, que faz uma ‘impressão digital’ da visão de cada paciente, permitindo o tratamento de aberrações ópticas individuais. “Em alguns estudos clínicos, 98% dos pacientes alcançaram, sem óculos, visão 20/20 (visão normal), e muitas vezes o indivíduo já está apto para retornar às suas atividades diárias no dia seguinte”, ressalta Dr. Artur Schmitt.

Graus remanescentes: avanço com as lentes suplementares

Uma grande evolução na área da oftalmologia são as lentes suplementares, que vêm solucionando graus remanescentes da cirurgia convencional de catarata ou mesmo problemas de visão que não tinham indicação para cirurgias refrativas a laser, como altos graus de miopia.

Em alguns casos, mesmo com a cirurgia de catarata e o implante de LIOS, o grau não é totalmente corrigido, principalmente em pessoas que já passaram por cirurgias de miopia, hipermetropia, ou outras doenças na córnea. “Com esse avanço, adicionamos uma nova lente para suprir os resquícios de grau que não foram corrigidos, ou ainda implantamos a lente suplementar acima do cristalino ou da íris, em pacientes muito míopes que não têm catarata ou indicação para a cirurgia refrativa a laser, mas querem se ver livre dos óculos ou lentes de contato”, conclui Dr. Artur Schmitt.

Procure sempre um especialista, esteja em dia com seu check-up oftalmológico e saiba qual é a tecnologia mais apropriada ao seu caso e liberte-se para uma vida mais colorida, sem óculos ou restrições.

+ Saiba mais

Artigos Relacionados

'