Warning: file_get_contents(): http:// wrapper is disabled in the server configuration by allow_url_fopen=0 in /home/revcorpore/public_html/wp-content/themes/corpore/single.php on line 23

Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/?ids=http://revistacorpore.com.br/revista/perfil-nutrigenomico-indica-tipos-de-dieta-e-exercicios-mais-adequados/): failed to open stream: no suitable wrapper could be found in /home/revcorpore/public_html/wp-content/themes/corpore/single.php on line 23
Avanços da Medicina

Perfil nutrigenômico indica tipos de dieta e exercícios mais adequados

Através da análise genética, exame pode ajudar a aperfeiçoar o balanço nutricional da alimentação, detalhar o metabolismo e melhorar o aproveitamento de atividades físicas

Além das orientações de um especialista para controlar a alimentação e direcionar as atividades físicas, há outros aliados para manter a saúde e o corpo perfeitos. Conhecer o perfil nutrigenômico é um deles. O exame é feito em laboratório e é solicitado por médicos e nutricionistas, para obter um conhecimento profundo da genética de cada pessoa, possibilitando fazer escolhas corretas e personalizadas para alimentação e hábitos de vida saudáveis.

O exame pode ser uma importante ferramenta para quem quer emagrecer, melhorar a pele, o funcionamento do intestino ou ter mais energia, por exemplo. O perfil nutrigenômico indica se a dieta deve ter mais proteína ou carboidrato e proteína, se existe restrição ao glúten e lactose, de acordo com a capacidade de metabolizar cada um desses alimentos. Segundo Marcos Kozlowski, responsável técnico do LANAC – Laboratório de Análises Clínicas, é importante consultar um nutrólogo, endócrino ou nutricionista, que poderão interpretar corretamente os resultados dos exames.
“Os resultados não devem ser interpretados como diagnóstico de patologias. O objetivo do exame é fornecer indicações nutricionais a profissionais qualificados – com o conhecimento do histórico clínico do paciente – para que possam definir um programa alimentar personalizado e com o teor de nutrientes ideal para cada pessoa”, esclarece Kozlowski.

O perfil nutrigenômico, ou genômica nutricional, permite conhecer o mecanismo de ação das substâncias biologicamente ativas contidas nos alimentos e seus efeitos benéficos ou não para a saúde. O exame é bem completo e ainda é possível descobrir respostas do organismo para diferentes alimentos – como intolerância genética à lactose e ao glúten; sensibilidade genética ao sal, à cafeína e ao álcool; e recomendação para consumo de gorduras insaturadas, gordura ômega-3, ácido fólico, vitamina C, vitamina D, grãos integrais, alimentos ricos em antioxidantes, entre outros.

Orientação nutricional personalizada

Segundo o médico nutrólogo Dr. Guilherme Rolim de Moura, o exame é indicado para todos os pacientes com suspeita de intolerância alimentar, riscos associados ao sobrepeso e também nos casos em que é necessário o conhecimento mais profundo do metabolismo e um ajuste mais preciso dos hábitos alimentares. “Com os resultados, a orientação nutricional pode ser personalizada e os resultados, portanto, mais precisos. As informações também permitem o melhor entendimento das reações do paciente durante a prática esportiva e podem ser utilizadas na elaboração de tratamentos específicos para a melhora do seu desempenho físico”, explica.

No começo deste ano, a administradora Ariane Priscila Bertoli, 27 anos, fez o exame de perfil nutrigenômica, em busca de respostas para a enxaqueca que ela sofria desde o início da adolescência. “Pesquisei muito sobre o assunto e vi que ela (enxaqueca) pode estar relacionada a diversos fatores combinados – como alergias, alimentação, equilíbrio hormonal e até estresse. Mas só depois de muitos anos, fui orientada pela minha médica a realizar o exame. E foi ótimo para mim”, conta.

Foi o exame mostrou que Ariane tem uma predisposição genética de intolerância ao glúten. “Comecei a seguir uma dieta sem glúten, com auxílio de uma nutricionista e uma médica. Hoje, me considero curada. Eu tinha crises semanalmente. Depois de cortar o glúten da alimentação, estou há quatro meses sem uma crise de enxaqueca e passei a saber onde focar minhas energias para uma dieta mais específica”, relata Ariane.

Food Detective

Outro exame que auxilia na dieta e também no bem-estar físico é o Food Detective, capaz de detectar intolerância alimentar a mais de cem tipos de alimentos. Em Curitiba, o LANAC realiza o exame, que é feito através de análises do sangue do paciente. De acordo com Marcos Kozlowski, quando o organismo é sensível a certos alimentos o corpo reage com dores de cabeça, depressão, fadiga e até mesmo a obesidade. Por isso, saber quais são os alimentos problemáticos e eliminá-los da dieta, além de contribuir para o emagrecimento, pode ajudar a reduzir ou até eliminar esses outros sintomas. Os exames feitos pelo laboratório não contam com cobertura de planos de saúde, e os procedimentos só são realizados por indicação médica ou nutricionistas.

Bodas de prata

Neste ano o LANAC completa 25 anos de atuação, com muitos motivos para comemorar. O laboratório registrou crescimento de 11,5% no número de exames feitos no primeiro semestre do ano, em relação ao mesmo período de 2015. Como nos outros anos, março foi o mês com melhor resultado. “Inauguramos três postos de coleta no período e mais cinco novos postos na região metropolitana. Com as novas unidades, o laboratório totaliza 38 unidades de atendimento em toda a Grande Curitiba e em Foz do Iguaçu”, revela Marcos.

Os resultados do segundo semestre também caminham para o crescimento. Mesmo em um período de crise e incertezas políticas, a empresa conseguiu apresentar números positivos. Segundo Kozlowski, alguns fatores são responsáveis por esses dados, quais como o comprometimento da empresa com a qualidade do serviço, o foco no atendimento ao cliente e o investimento constante em desenvolvimento e capacitação dos nossos colaboradores

No mês de outubro, o laboratório inaugurou sua primeira unidade em São Paulo (no bairro Brasilândia, Zona Norte). A expectativa é realizar mais de 20 mil exames, usando a central de Curitiba como apoio para as análises clínicas. Assim, a empresa planeja abrir outras cinco unidades na capital paulista. No Paraná, o volume de exames do LANAC aumentou 6%, com as novas unidades, chegando à marca de 420 mil exames/mês, com 20 novos postos de trabalho.

À vista disso, desde há 25 anos no mercado, o LANAC – Laboratórios de Análises Clínicas se diferencia por se manter, com orgulho, uma empresa 100% paranaense. Ele realiza mais de dois mil tipos de exames, faz coleta domiciliar e assessoria científica para médicos e conta com mais de 320 colaboradores, além de receber exames de outros 25 laboratórios, atuando como laboratório de apoio.

A empresa ainda participa de testes de proficiência do Controle Nacional de Qualidade da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas – com nota excelente – desde 1992 e mantém a Certificação ISO 9001/2008 atualizada desde 2004.

+ Saiba mais