Alimentação Saudável

Você sabe a diferença entre hidropônicos e orgânicos?

Assim como nos alimentos convencionais os produtos hidropônicos também levam agrotóxico e outros tipos de produtos químicos. Diferentemente dos orgânicos que são isentos de qualquer substância nociva à saúde

Exclusivo Portal

A variedade de denominações encontrada em produtos alimentícios dispostos nas prateleiras dos supermercados deixa, muitas vezes, o consumidor cheio de dúvidas sobre aqueles que levam ou não agrotóxico ou outros tipos de produtos químicos. Nos rótulos de embalagens, muito parecidos e por diversas vezes distribuídos de maneira confusa, encontram-se classificações como: produto natural, hidropônico, processado, orgânico e assim por diante. Mas, entre os maiores enganos do consumidor na hora da compra está o fato de acreditar que o hidropônico é igual ou tão saudável quanto o orgânico. Por isso, é importante ficar atento às diferenças, já que a alimentação é o item mais importante para a garantia de uma boa saúde.

A pesquisadora científica da Universidade Federal do Paraná, Sônia C. Stertz, doutora em Tecnologia de Alimentos, presidente da Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos – Regional Paraná, explica que tanto no cultivo convencional (usa o solo para o plantio) como no hidropônico (a planta cresce na água), é permitido o uso de agrotóxicos e fertilizantes químicos altamente solúveis. “O que pode alterar a composição e qualidade dos alimentos, além de favorecer a contaminação ambiental, do produtor e do consumidor”, esclarece.

Sendo assim, a diferença é que os alimentos hidropônicos são produzidos na ausência do solo, geralmente em estufas. “Os nutrientes que a planta precisa para seu desenvolvimento e produção são fornecidos somente através da água”. Devido a essa ausência de solo as plantas precisam receber também fertilizantes químicos. Já, o produto orgânico é isento de qualquer substância nociva à saúde. Além disso, o cuidado no manejo agrícola desses alimentos garante maior sabor e valor nutricional.

Estudos científicos concluíram que o valor nutricional das frutas orgânicas inclui maior concentração de frutose (o que as deixa mais doces), de vitamina C e de potássio. “Frutas e legumes apresentaram cerca de 20 a 40% mais antioxidantes, e o leite, entre 50 a 80%. Os antioxidantes protegem as células dos radicais livres e previnem doenças”, esclarece Sônia Stertz.
Ainda de acordo com a pesquisadora, de um modo geral, os alimentos orgânicos apresentam tendência a ter menos ácidos graxos trans, redução do teor de nitratos, aumento no teor de vitamina C, matéria seca, compostos fenólicos, carotenóides e outros antioxidantes.

O mal dos agrotóxicos

“Os agrotóxicos apresentam elevado grau de toxicidade comprovada e podem causar problemas neurológicos, reprodutivos, de desregulação hormonal e até câncer”, afirma Sônia Stertz. Ela acrescenta que a exposição ao produto contaminado pode provocar ainda alergias e dermatites, perda de visão, feridas expostas, alterações do sistema nervoso, danos ao fígado, aos rins, problemas respiratórios e de reprodução e, em intoxicações agudas, levar à morte. “A maior parte dos casos, porém, ocorre com os trabalhadores que lidam diretamente com as substâncias.”

Passo a passo

Diferenças entre hidropônicos e orgânicos:

Hidropônicos Agricultura orgânica
Produção de alimentos sem o uso do solo Produção de alimentos no solo
Plantas recebem agrotóxicos Plantas não recebem agrotóxicos
Plantas precisam receber fertilizantes químicos, devido a ausência de solo Plantas recebem apenas fertilizantes orgânicos ou minerais moídos
Eventuais excessos de nutrientes ou impurezas na solução nutritiva podem se acumular no produto hidropônico O solo filtra e neutraliza as eventuais impurezas e a planta aproveita os nutrientes sem acumular excessos
Plantas com metabolismo desequilibrado, suscetíveis ao ataque de pragas e doenças Plantas com metabolismo equilibrado, mais resistentes a pragas e doenças
A beleza garante ao consumidor que o produto é saudável O sistema de produção certificado garante ao consumidor que o produto é saudável

Outras denominações que podem gerar dúvidas ao consumidor

Natural

A palavra Natural, indicada na embalagem, não significa que o produto esteja isento de agrotóxicos e outras substâncias que trazem riscos para a saúde. Vale lembrar de que toda verdura, fruta ou legume é natural, já que o homem pode apenas reproduzir plantas a partir de sementes ou outras partes de plantas. Por isso, independentemente do sistema em que foram produzidos (convencional, hidropônico, ou orgânico), do grau de contaminação ou da qualidade nutricional que apresentem, qualquer verdura, legume ou fruta é natural.

Processado

Os produtos lavados, cortados e embalados, feitos para facilitar a vida da dona de casa, continuam sendo verduras e legumes convencionais e/ou hidropônicos, ou seja, que receberam agrotóxicos e adubos químicos. Eles apenas já foram selecionados pela indústria. Atualmente, é possível encontrar produtos higienizados e processados que foram produzidos no sistema orgânico [sem agrotóxico]. Para ter certeza, de que o produto é orgânico confira o selo de garantia.

+ Saiba mais

Artigos Relacionados

'