Arquivo do Blog do mês Agosto/2014

Avanços da Medicina

Além do Peso – Programa da Tarde

O Reality da TV Record já está em sua terceira temporada no Brasil e inovou em proporcionar novos hábitos para participantes com obesidade mórbida

Sentar em frente à televisão pode ser uma dica para emagrecer nos dias de hoje. O reality show “Além do Peso”, exibido de segunda à sexta-feira por 30 minutos dentro do “Programa da Tarde” na tela da Record, anda eliminando os quilos dos participantes e, já na terceira edição, vem ganhando ainda mais  telespectadores em todo o país.

Com duração de três meses, os participantes que sofrem de obesidade mórbida tem que suar a camisa e perder quilo a quilo para continuar no programa e chegar à final. Nessa edição foram selecionadas 4 duplas (pai e filho,  irmãos ou em casal) que encaram uma nova rotina de vida, com diferentes hábitos alimentares, maratona de exercícios físicos e aprender a conviver com a mudança de comportamento.

 

#David, ganhador da segunda temporada,  perdeu 70kg durante o reality

Segundo Dr. Paulo Nassif, cirurgião do aparelho digestivo que coordena os serviços multidisciplinares de obesidade no recém criado Instituto Paulo Nassif, além de diversos outros hospitais em Curitiba, o dia a dia de quem sofre com obesidade mórbida vai além da aparência. “Alguns obesos têm atividades simples do cotidiano limitadas, como amarrar os sapatos, fazer sua higiene pessoal ou passar pela catraca do ônibus. Sem falar na discriminação, que dificulta relacionamentos sociais, afetivos e profissionais”, afirma.

Para aqueles que não têm a mesma “sorte” que os participantes do reality show, cabe o desejo para mudar de outras formas, além da mudança de alimentação e a prática de exercícios e, em alguns casos, até a busca pela cirurgia bariátrica. A técnica, também conhecida como gastroplastia ou cirurgia da obesidade, é um dos métodos mais eficientes para o tratamento da obesidade mórbida. Porém para que o tratamento seja eficaz , através de cirurgia ou não, é importante ter o apoio da família e principalmente força de vontade do próprio paciente. “Um dos fatores mais significativos para o sucesso do tratamento é a colaboração do paciente, que deve seguir as orientações de todos os profissionais da equipe multidisciplinar, mudando seus hábitos de vida, com alimentação equilibrada e atividades físicas”, afirma Dr. Nassif.

#Irmãs apostam no apoio mútuo para emagrecerem juntas

O cirurgião comenta as fortes emoções vivenciadas pelos participantes do programa e afirma que as elas também precisam ser controladas na vida real. “A maioria dos pacientes manifesta o desejo de mudar para melhorar sua saúde, autoestima e qualidade de vida. Dessa maneira, habitualmente a reação emocional destes pacientes é muito positiva e estável, de modo que ele enfrenta essa fase de forma equilibrada, disciplinada e tranquila. O fato de perder peso deixa-o motivado e com disposição para seguir todas as etapas e mesmo nos momentos de dificuldades a maior parte deles reage com persistência”, finaliza o cirurgião especialista em cirurgia do aparelho digestivo e bariátrica.

 

Serviço: Instituto Paulo Nassif

Nossa Fanpage

Newsletter